A certificação C2, à imagem de outros fabricantes, é atingida através de varões especiais cónicos, mas será mesmo assim? 

O mercado das fixações químicas evolui nos últimos dois anos para o desenvolvimento de resinas de base Vinylester de alto desempenho, perdendo as resinas epoxis 100% alguma notoriedade. No entanto, só algumas conseguem atingir as performances das epoxis até diâmetros de 20 mm. Em Junho 2018, a Spit desenvolveu o Viper Xtrem como parte integrante da Gama Sísmica de fixações da marca Francesa. Nos últimos dois anos, o departamento técnico da Tecofix, S.A. prescreveu o produto em várias obras nacionais, em que foi demonstrado a qualidade ímpar do produto.

A aderência comprovada através de diversos ensaios efetuados ao longo destes dois anos pelo departamento técnico Tecofix, S.A. observou valores acima de 17 Mpa, ultrapassando por vezes a barreira dos 20 Mpa, até pouco tempo só ao alcance de resinas epoxis 100% . A elevada aderência do Viper Xtrem permite-lhe atingir assim prestações do tipo C1-C2. 

A certificação C2, à imagem de outros fabricantes, é atingida através de varões especiais cónicos, mas será mesmo assim? 

O desenvolvimento do cone de betão numa ancoragem cónica possui uma geometria distinta devido à área de contato do varão versus suporte. Uma maior área de iteração com ângulos distintos de desenvolvimento das forças de reação. As tensões internas no suporte existem mas com uma distribuição angular, inferior à utilização de um varão tradicional. O método de cálculo das ancoragens pelo novo EC2 neste capítulo complementa o EC8 para as ligações estruturais, mas será possível atingir um desempenho C2 com outros tipos de varões? As ligações com varões nervurados já sofreram um upgrade no método de cálculo com a introdução do método VARIO, que através da aderência do produto permite reduzir a profundidade de selagem, garantindo o desempenho sísmico certificado. É natural que o Viper Xtrem evolua para um produto C1-C2 para qualquer tipo de varão nos próximos tempos, elevando assim ainda mais as exigências da construção ou reabilitação.

Mais informações ou solicitar parecer técnico, enviar email para joselito.pereira@tecofix.pt ou submeta o formulário no nosso website.

Subscreva a nossa Newsletter